IML - Instituto dos Mares da Lusofonia

IML
Cedência de espaços da Autoridade Marítima nos Açores para criação de locais de interesse público

protoc terc cedenc2red

Foram assinados ontem, dia 24 de Janeiro de 2017 em Angra do Heroísmo, dois protocolos para cedência de espaços na tutela do Ministério da Defesa Nacional – Autoridade Marítima Nacional, que visam o interesse público, através da criação de espaços de lazer para usufruto da população. A cerimónia foi presidida pelo Secretário de Estado da Defesa Nacional, Dr. Marcos Perestrello.

​A Direcção-Geral da Autoridade Marítima, representada pelo Capitão do Porto de Angra do Heroísmo, celebrou  um protocolo  de cooperação com a Junta de Freguesia da Serreta, para abertura à fruição pública dos terrenos envolventes ao Farolim da Serreta, onde a Junta de Freguesia irá constituir um parque de merendas e miradouro, aberto ao público e cuja inauguração do espaço se prevê venha a ocorrer em finais de Junho do ano em curso.

O Ministério da Defesa Nacional celebrou ainda, mas com a Junta de Freguesia de S. Cruz, Praia da Vitória, um outro protocolo de cooperação para a cedência, a título precário, do terreno onde se encontra instalado o farolim do enfiamento de entrada do porto da Praia da Vitória, onde será criada, visando igualmente o interesse público, uma zona de lazer e um miradouro sobre a Baía da Praia da Vitória.

Estiveram presentes na cerimónia, para além do  Secretário de Estado da Defesa Nacional, Dr. Marcos Perestrello, o Director-Geral da Autoridade Marítima, Vice-almirante Sousa Pereira, e o Chefe do Departamento Marítimo dos Açores, Comodoro  Valentim Rodrigues, entre outras autoridades e entidade locais.​

 

APOIANTES do IV CONGRESSO - 2016

 

 

"...desenvolverá um conjunto de iniciativas e actividades - seminários e conferências relativas ao Mar e à Lusofonia..."


O Instituto dos Mares da Lusofonia tem por missão estimular e intensificar a forma como os Países Lusófonos se posicionam individualmente e interagem entre si nas questões relacionadas com os oceanos.

Esta iniciativa visa contribuir para o alargamento e para a disseminação dos conhecimentos científicos relativos ao uso dos espaços marítimos, bem como encontrar áreas comuns de cooperação, que potenciem o desenvolvimento das economias do mar nos diversos países de expressão portuguesa, procurando, desta forma, ir também ao encontro do espírito e objectivos definidos pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa - CPLP.